Como Escrever Seu Personal Statement (com foco no Common App essay)

O Personal Statement – às vezes chamado de Common App Essay – é uma parte muito importante da sua candidatura para a faculdade nos Estados Unidos.  Muitas vezes, pode ser a única ocasião em que o comitê de admissão lê um texto seu. Isso quer dizer que você tem 650 palavras para mostrar sua personalidade, história, habilidade de escrita e crescimento pessoal. Mas não se preocupe, estamos aqui para ajudá-lo. Este blog contém seis exercícios para você começar a fazer um brainstorming do seu personal statement!

O que é o Personal Statement? 

Esteja você se inscrevendo usando o Common App, Coalition App, ou por um portal específico da universidade, é muito provável que você precise escrever um personal statement. 

Para os fins desta postagem do blog, vamos nos concentrar no brainstorming do Personal Statement especificamente para o Common App. O Common App oferece 7 possíveis prompts, ou perguntas, para escolher. Por quê? Porque são vagos e abertos à interpretação, o que significa que dão aos alunos MUITA liberdade sobre o que discutir. O último prompt permite que você escreva sobre qualquer coisa caso sua ideia não se encaixe em nenhuma das outras categorias. Portanto, este ensaio está completamente aberto a qualquer história que você queira contar. Vamos dar uma olhada…

Os Prompts:

  1. Some students have a background, identity, interest, or talent that is so meaningful they believe their application would be incomplete without it. If this sounds like you, then please share your story.
  2. The lessons we take from obstacles we encounter can be fundamental to later success. Recount a time when you faced a challenge, setback, or failure. How did it affect you, and what did you learn from the experience?
  3. Reflect on a time when you questioned or challenged a belief or idea. What prompted your thinking? What was the outcome?
  4. Reflect on something that someone has done for you that has made you happy or thankful in a surprising way. How has this gratitude affected or motivated you?
  5. Discuss an accomplishment, event, or realization that sparked a period of personal growth and a new understanding of yourself or others.
  6. Describe a topic, idea, or concept you find so engaging that it makes you lose all track of time. Why does it captivate you? What or who do you turn to when you want to learn more?
  7. Share an essay on any topic of your choice. It can be one you’ve already written, one that responds to a different prompt, or one of your own design.

O que esses prompts desejam esperam de você?

É importante que os prompts o estimulem a refletir, porque os melhores personal statements mostram sua voz e paixão. 

Cada pergunta lhe dá a chance de discorrer e refletir sobre um momento específico de sua vida. Um bom personal statement mostra sua voz e paixão. Um excelente personal statement faz isso, enquanto narra um momento de crescimento pessoal. Isso não significa que você tenha que escolher algo totalmente incomum ou um grande evento – às vezes é o menor e mais mundano dos momentos que molda nossa compreensão de nós mesmos. No final das contas, os melhores personal statements terminarão com você (mentalmente e emocionalmente) em um lugar diferente de onde começou. 

Como eu começo?

Bom, agora você sabe o que deve alcançar com o personal statement… mas como escolher um tópico? Primeiro, você precisa fazer um brainstorming. Aqui estão 5 exercícios que podem ajudá-lo a impulsionar sua criatividade:

Exercício 1: Crie um banco de ideias

Você pode encontrar inspiração para seu texto em qualquer lugar e a qualquer momento. Mantenha um diário, um documento do Word, um bloco de notas, ou uma anotação em seu telefone, onde você anote anedotas ou reflexões sobre momentos importantes em sua vida. Isso lhe dará material potencial para seu personal statement.

Exercício 2: Experiência de Escrita Reflexiva

Escrever reflexivamente é difícil. Pode ser difícil pensar no que você fez, por que fez, o que isso significou para você e o que você pode mudar. É preciso adquirir o hábito de pensar profundamente sobre seus interesses e experiências. Ao pensar sobre o brainstorming, comece a entrar nesse modo, respondendo a algumas questões mais gerais. Escreva um parágrafo ou mais em resposta a uma das perguntas abaixo e veja onde ela te leva:

  • Qual foi o momento de maior crescimento na sua vida até agora?
  • Tem algum assunto no qual você passa muito tempo pensando? Se sim, como você explorou esse interesse? 
  • Quais são as histórias do colégio que foram mais memoráveis ​​para você? Por quê?
  • O que você faz no seu tempo livre?
  • Houve um incidente específico que moldou sua perspectiva de mundo?
  • Qual é a sua memória favorita? Por quê?
  • Como você cresceu no ano passado?

Exercício 3: Dê um passo para trás

Pode parecer contra-intuitivo, mas você precisa pensar sobre sua candidatura de forma holística. O que você deseja que o comitê de admissões saiba sobre você ao examinar suas atividades, homenagens, redações e o restante de sua candidatura? Você é alguém que adora atividades físicas e praticou três esportes de forma consistente enquanto trabalhava como voluntário em sua biblioteca? Você é um artista talentoso que espera explorar outras áreas na faculdade? 

Como parte do brainstorming, pense sobre o que deseja que o comitê de admissões saiba sobre você e, em seguida, descubra onde há lacunas. Se você é aquele entusiasta de esportes que ainda não teve a chance de falar sobre a importância do voluntariado em um ensaio, talvez o personal statement seja onde você se concentra em seu amor pelo serviço comunitário (contanto que tenha experiências para apoiar isso!). Não invente um novo interesse, pense no que você já vivenciou e use isso como um lugar para expandir essa experiência. O personal statement não deve ser uma regurgitação de sua lista de atividades. Em vez disso, é hora de pensar sobre o que seus interesses e experiências dizem sobre você.

Exercício 4: Faça um mapa mental 

O mapeamento mental ajuda você a pensar no quadro geral das suas experiências. Comece pensando sobre um tópico e, em seguida, imagine como seu texto poderia se desenvolver – escreva como cada ideia poderia se conectar com a anterior.  Por exemplo, seu tópico pode ser seu desejo de estudar economia… mas como isso se transforma em uma redação?

Quero ser economista—> quero entender o mundo —> como busquei fazer isso – fazendo um curso de verão; estágio em um banco, participando do time de debate da escola.

E assim por diante. Você pode mapear um personal statement em potencial sem ter que se comprometer com um tópico só. Em vez disso, pode mapear vários ensaios potenciais e escolher o mais interessante e único, que represente você.

Exercício 5: Suas histórias da vida cotidiana

Pense: há uma ou duas histórias que você conta a todos? Anote-as. Então, dê uma olhada. O que você destacou? O que deixou de fora? Este é realmente um retrato preciso de você? Este exercício pode ajudá-lo a restringir o que é de fato importante em sua vida – o que você vê como um componente essencial da sua identidade. 

Depois de terminar sua sessão de brainstorming do personal statement, você terá uma lista de tópicos potenciais. Então comece a escrever! Se prepare para revisar e produzir vários rascunhos. Faça com que algumas pessoas de confiança consigam te dar feedback. Embora a edição e o polimento sejam etapas importantes, o processo de brainstorming é o que dá início ao seu texto. 

Boa sorte!