O que as faculdades americanas procuram – como me preparar e destacar como candidato/a?

Paixão acadêmica, iniciativa, e um verdadeiro interesse em uma faculdade são  atributos muito importantes da sua candidatura para uma universidade americana. 

Quais são os melhores caminhos no processo de admissão? O que, exatamente, as faculdades procuram? Compilamos abaixo algumas respostas a algumas das perguntas mais frequentes que recebemos na Alma Mater:

Faça uma lista personalizada e equilibrada de opções

Escolher para onde você vai aplicar requer um olhar para dentro, bem como um estudo aprofundado sobre cada curso. Avalie quem você é, no que você é bom, considere como seu estilo de aprendizagem e outras preferências se encaixam nos pontos fortes de cada instituição.

É uma boa ideia começar a explorar as opções de universidade no seu junior year (2º ano do ensino médio). 

Considere opções de early application

Cada vez mais, as faculdades estão admitindo alunos por meio de um processo de Early Decision, Early Action ou Restrictive Early Action. De acordo com o NACAC, 25% das faculdades oferecem planos de early decision. Os alunos que optam pela early decision devem ter certeza de que aquela faculdade é a certa para eles. 

Demonstre interesse pela faculdade

À medida que se torna cada vez mais fácil para os alunos se candidatarem para várias escolas eletronicamente, usando o Common App, os departamentos de admissão ficam alertas para “candidatos preguiçosos”, aqueles que não fazem nada além de preencher os formulários. Se você quiser ser levado a sério, precisa demonstrar seu profundo interesse na universidade.

Visitar o campus é a melhor maneira de conhecer as escolas e mostrar interesse. Faça o tour, presencial ou online, pela faculdade e, se possível, encontre os oficiais de admissão. Aproveite também as palestras online, conversas com ex-alunos, oportunidades de entrevista (a Alma Mater pode ajudar nesse treino para entrevistas) e mais!

Preste atenção nos detalhes

Redações opcionais? Escreva-as. Uma chance de elaborar suas atividades extracurriculares? Faça. As faculdades analisam mais do que pontuações de testes e suas notas da escola.

Uma boa carta de recomendação também é importante. Uma forte recomendação virá de um professor que conhece bem o aluno, podendo demonstrar como você lida com desafios e como é determinado e apaixonado pelo que deseja estudar na faculdade.

E quando se trata de atividades extracurriculares, você deve escolher aquelas que se alinham com as suas paixões.

Assuma a liderança

Durante o processo de candidatura, é crucial lembrar que você, e não seus pais, é quem está no comando desse projeto. Encarregue-se de criar sua lista, organizar as entrevistas, e entrar em contato com o escritório de admissões para fazer perguntas por conta própria, em vez de pedir para sua mãe fazer isso por você. Assim, você demonstra iniciativa e maturidade.

Seja autêntico

A autenticidade exige que os alunos encontrem sua voz para poder contar sua própria história. Isso é, principalmente, o que as universidades querem ver. Além disso, uma boa escrita é necessária para articular e comunicar essa narrativa bem. Por isso, escreva com antecedência os textos para a faculdade, em especial o Personal Statement do Common App. Para mais informações sobre ele, leia aqui no nosso blog!